JFRJ: 2ª Região é a primeira a concluir migração de processos para o SEEU

O juiz do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Consuelo Silveira Neto, e a força tarefa do TRF2.
O juiz do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Consuelo Silveira Neto, fala para a equipe da força tarefa do TRF2.
O diretor do Foro, juiz federal Osair Victor de Oliveira Júnior (ao centro), e a equipe que trabalhou na implantação do SEEU na 2ª Região.
O diretor do Foro, juiz federal Osair Victor de Oliveira Júnior (ao centro), e a equipe que trabalhou na implantação do SEEU na 2ª Região.

A força tarefa do TRF2 finalizou a implantação do Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU) na Justiça Federal do Rio de Janeiro, no dia 10 de outubro. Além da conclusão do trabalho de capacitação de servidores, que ocorreu de maneira simultânea à implantação do Sistema, com a migração de todos os processos, a força tarefa ainda auxiliou na inclusão de 1.000 processos do Tribunal de Justiça do Maranhão no SEEU. O índice de sucesso na 2ª Região foi considerado de 100%.

O juiz do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Consuelo Silveira Neto, coordenador do CNJ na implantação do SEEU na 2ª Região, elogiou a receptividade da força tarefa do TRF2, além da qualidade das instalações que, segundo o magistrado, foi uma das melhores até agora. O magistrado destacou que o TRF2 foi o primeiro a concluir o trabalho de migração dos processos. A Resolução 280/2019 estabeleceu a data de 31 de dezembro para que todos processos de execução penal nos tribunais brasileiros tramitarem pelo SEEU. A equipe do CNJ já passou por quatro TRFs, restando somente o TRF4.

 

 

<< Voltar