JFRJ: alunos das Universidades Abertas da Terceira Idade participam da última edição do ano de Programa Educativo

Alunos das Universidades Abertas da Terceira Idade assistem à palestra no auditório da Rio Branco
Alunos das Universidades Abertas da Terceira Idade participam da última edição do ano do Programa Educativo Conhecendo a SJRJ

Ditado popular que figura entre os mais tradicionais do nosso cotidiano, a expressão “nunca é tarde” ganhou um reforço em seu significado na tarde da última sexta-feira, 4,  durante a última edição do Programa Educativo “Conhecendo a SJRJ” em 2016. Fazendo valer o provérbio, cerca de 60 idosos de duas instituições de ensinos voltadas para a terceira idade estiveram no Foro da Justiça Federal do Rio de Janeiro, localizado na Avenida Rio Branco, no Centro, onde puderam somar aos anos de experiência novos conhecimentos sobre a estrutura e o funcionamento do Poder Judiciário, com foco na esfera federal.

A atividade, que geralmente envolve jovens estudantes do Ensino Médio, foi conduzida pelo juiz federal Vladimir Vitovsky e direcionada aos alunos das Universidades Abertas da Terceira Idade (Unati, projeto da Universidade Estadual do Rio de Janeiro e a Univerti, sediada na Universidade Federal Fluminense). Em sua fala, o magistrado apresentou as competências da Justiça Federal, bem como ações judiciais específicas sobre a realidade dos idosos. Além da palestra do magistrado, o encontro contou com uma simulação de uma audiência, café da tarde e uma visita orientada ao Centro Cultural da Justiça Federal.

Participação ativa

Para a servidora pública aposentada Marlene Gomes Pereira Valente, de 80 anos, a experiência teve um gostinho especial. Aluna da Univerti, ela participou ativamente da simulação, opinando na sentença do caso encenado como se fizesse parte do Tribunal do Júri. “Foi uma experiência maravilhosa e me sinto realizada. Estou muito feliz de estar aqui e poder conhecer essas pessoas, que me deram tanta atenção. Na minha idade, é bom receber esse carinho de pessoas que nem me conhecem. Adorei participar da simulação e dar a minha opinião sincera sobre o caso. Se eu estivesse no lugar do juiz, é o que eu sentenciaria”, afirmou.

Receptividade em foco

Coordenadora de oficinas da Unati, a enfermeira gerontóloga Maria José dos Santos ficou satisfeita com o programa. “Destaco a receptividade, a segurança e a apresentação de estudos de casos específicos. A visita superou as expectativas e vai influenciar bastante na vida das pessoas que atendemos. O que eles conheceram aqui complementa o trabalho de conscientização que fazemos”, disse a profissional, que também atua na formação de cuidadores de idosos.

Assim como em todas as edições do Programa “Conhecendo a SJRJ”, os participantes receberam um kit com um exemplar da Constituição Federal e outros materiais de apoio à atividade pedagógica. Os representantes das instituições receberam um DVD institucional.

Em 2017, o programa volta a receber estudantes do Ensino Médio que podem ser inscritos pelas escolas através do endereço de e-mail relacoespublicas@jfrj.jus.br. Eventualmente, novas edições direcionadas à terceira idade também devem ser promovidas.

 

<< Voltar