Mutirão de conciliação do foro regional de Campo Grande tem 80,23% de acordos celebrados

Juíza Natália Tupper (segunda  a partir da esquerda) e equipe da Justiça Federal

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania do Foro Regional de Campo Grande/RJ (Cesgrande) realizou, no último dia 23 de agosto, um mutirão extraordinário com mais de cem audiências envolvendo processos da Caixa Econômica Federal (CEF).

Organizado pela juíza federal coordenadora, Natalia Tupper, o evento teve uma enorme expressão na localidade e levou cerca de 400 pessoas ao prédio da Justiça Federal.

O sucesso do mutirão foi confirmado pelo alto percentual de acordos celebrados, de 80,23%, contabilizando cerca de R$171.000 de indenizações. A impressão das partes foi registrada na pesquisa de satisfação realizada pelo Cesgrande após as audiências.

Em resposta ao questionário oferecido, as partes teceram elogios ao atendimento prestado pelos servidores da Justiça Federal e reputaram como justos os resultados das conciliações.

O Núcleo Permanente de Solução de Conflitos da 2ª Região (NPSC2) apoiou o evento, designando conciliadores para auxiliar nas audiências, de modo que um número maior de mesas pôde ser atendido.

A parceria com a CEF foi marcada com a presença pessoal dos advogados de seu próprio corpo jurídico , em especial do próprio coordenador dos Juizados Especiais Federais, Roberto Musa .

O Cesgrande pretende intensificar suas atividades e implementar os mutirões também através da videoconferência, esperando auxiliar ainda mais os Juízos, fazendo frente à crescente distribuição e contribuindo para consolidar a cultura da mediação e conciliação no Foro Regional de Campo Grande/RJ.

Fonte: TRF2

 

<< Voltar