SJES: Servidores e advogados começam a se capacitar para uso do sistema eproc

Começaram na última segunda-feira, 19/2, os cursos de capacitação do sistema eproc para os públicos interno e externo que trabalham com processo judicial na Seção Judiciária do Espírito Santo.

A turma que abriu os trabalhos foi formada por servidores das áreas administrativas que lidam mais diretamente com processos judiciais – Apoio Judiciário, Distribuição, Atendimento dos JEFs, Gestão Organizacional, Consulta Processual e Centro de Conciliação.

O curso para os servidores da área administrativa foi dado em duas tardes, 19 e 20/2. O instrutor foi o servidor do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, Ivan Scarparo Forgearini. Ele é da Diretoria de Tecnologia da Informação, vinculada à Secretaria de Sistemas Judiciários daquele tribunal.

Lotado no TRF4 desde 1990, na maior parte do tempo na área de tecnologia da informação, Ivan participa da equipe do eproc desde o início, em 2009, e agora contribui para a implantação do sistema na Justiça Federal da 2ª Região.

“Aqui o eproc é um projeto da Justiça Federal da 2ª Região. A ideia é que o sistema seja de vocês. Vocês e todas as equipes de TI, e as equipes que trabalham com processo, estão se apropriando desse sistema também. O que a gente vai fazer é um desenvolvimento colaborativo, onde todos nós vamos tirar proveito disso, ou seja, nós também vamos aprender com vocês”, declarou o instrutor no início da aula.

Levando em conta que a maioria dos servidores não teve contato com o sistema e que “isso deve gerar certo medo”, tendo em vista que o sistema deverá entrar em funcionamento já na próxima sexta-feira, 23/2, Ivan tratou de tranquilizar a todos. “O eproc é bem fácil e intuitivo”.

Advogados

Já no dia 20/2, cerca de 140 advogados também foram capacitados. O curso foi das 9 às 11 horas, no auditório da SJES, e foi aberto pelo juiz federal Manoel Rolim, que atua convocado junto à Corregedoria Regional da Justiça Federal da 2ª Região. O magistrado deu as boas-vindas aos advogados, fez um breve resumo da implantação do eproc no Espírito Santo e elogiou a Seccional capixaba. Por fim, também tranquilizou os advogados, explicando que tudo será feito em etapas, de forma gradual, mencionando ainda os tutoriais de apoio, disponíveis online.

A advogada Ana Maria Calenzani participou do curso e achou a ferramenta “muito simples”. “Vai dar para usar normalmente”, considerou. Também achou o sistema bem completo. “Dá para visualizar o processo todo”. Com isso, pretende “trabalhar mais em casa”.

Outro que elogiou o curso foi o advogado Luciano Azevedo Filho. Acha que o eproc “vai facilitar bastante para o advogado”, opinião compartilhada pelo advogado Antonio Adolfo, que inclusive confirmou presença na solenidade de implantação do eproc na Seção Judiciária do Espírito Santo, que acontecerá na próxima sexta-feira, dia 23/2, às 15 horas, na sede da Justiça Federal em Vitória.

Próximas turmas

No dia 21/2, das 8 às 11h, será a vez de capacitar os procuradores, defensores públicos e representantes de entidades (Polícia Federal, INSS, Caixa, Correios e outras). Cerca de 140 profissionais estão inscritos.

Na parte da tarde, das 12 às 19 horas, receberão o curso magistrados e servidores das Turmas Recursais e Juizados Especiais Federais de Vitória. A ação de desenvolvimento para este público continua no dia 22/2, no mesmo horário.

No dia 23/2, das 9 às 11h, será oferecido o curso para peritos.

Fonte: TRF2

 

<< Voltar