Conteúdo principal

TRF2 comemora números da Semana Nacional de Conciliação 2021

Imagem da deusa da Justiça, em diurado, com a seguinte legenda, em branco: "TRF2 comemora números da Semana Nacional de Conciliação 2021"
TRF2 comemora números da Semana Nacional de Conciliação 2021

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região concluiu sua participação na edição de 2021 da Semana Nacional de Conciliação com 1.429 audiências realizadas,  750 acordos firmados e 1.004 sentenças homologatórias de acordos proferidas.

As audiências foram conduzidas pelo Centro de Conciliação 100% Digital, pelos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cesol) do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense, pelo Centro Judiciário Regional de Solução Consensual de Conflitos e Cidadania (Cesnita), pelo Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cescon) do Espírito Santo e pelas Varas e Juizados Especiais Federais das capitais e do interior dos dois estados.

Como sempre, a coordenação dos trabalhos ficou a cargo do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos da 2ª Região (NPSC2). Para esta edição, o órgão incluiu na pauta do mutirão processos sobre expurgos inflacionários da caderneta de poupança, recuperação de crédito, seguro desemprego, benefício por incapacidade e responsabilidade civil da Caixa Econômica Federal (CEF). Além disso, o núcleo deu continuidade ao mutirão de conciliação com pessoas que tiveram o pedido do auxílio emergencial negado administrativamente.

O Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos – dirigido pelo desembargador federal Ferreira Neves com o auxílio da juíza federal convocada Aline Alves de Melo Miranda Araújo – tem por missão promover a cultura da paz social, procedendo de acordo com os parâmetros da Resolução nº 125/2010, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Fórum Virtual de Conciliação e Audiência Virtual

Em razão da pandemia da Covid-19, o trabalho do Tribunal e das Seções Judiciárias do Rio de Janeiro e do Espírito Santo foi realizado de forma totalmente on-line, por meio dos sistemas “Fórum Virtual de Conciliação” e “Audiência Virtual”.

A primeira ferramenta permite a negociação direta entre as partes, que trocam mensagens através do sistema processual e-Proc, sendo possível a participação de conciliador ou mediador, para facilitar as tratativas. Já a Audiência Virtual é realizada por videoconferência entre as partes dos processos e o conciliador ou mediador ou o próprio magistrado.

Fone: TRF2