CNJ lança 12/5 primeiro curso EAD de formação de conciliadores e mediadores em cooperação com TRF2 e outros tribunais

Sede CNJ

Em cooperação com os tribunais brasileiros, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançará na terça-feira (12/5) o primeiro curso a distância promovido pelo órgão para formação de conciliadores e mediadores judiciais. Na data, as informações sobre as inscrições estarão disponíveis no portal do Conselho, na Internet (acesse o link abaixo).

O Tribunal Regional Federal – 2ª Região (TRF2) é uma das Cortes que atuam em parceria com o CNJ em ações educacionais voltadas para os métodos consensuais de solução de conflitos. O Regional sediado no Rio de Janeiro já havia, inclusive, participado em novembro do ano passado do primeiro curso presencial promovido pelo Conselho com o mesmo objetivo, em Brasília.

As aulas online terão carga de 40 horas e serão divididas em cinco módulos. Dentre os temas a serem abordados, haverá tópicos sobre as competências comunicacionais do conciliador e do mediador, técnicas de mediação e abordagens para o entendimento dos conflitos.

O objetivo do curso é desenvolver competências para a atividade de facilitador do consenso entre os litigantes, com vistas à pacificação social e ao amplo acesso à justiça, que são princípios da Política Judiciária Nacional de tratamento adequado de conflitos, instituída pela Resolução CNJ nº 125, de 2010.

O escopo do curso foi desenvolvido por um grupo de trabalho instituído pela Portaria  CNJ 139/2018, juntamente com o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Servidores do Poder Judiciário (CEAJUD).

O portal de Conciliação e Mediação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) está disponível no link https://www.cnj.jus.br/programas-e-acoes/conciliacao-e-mediacao/.

Visite também a página do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NPSC2), do TRF2, neste link..

 

<< Voltar