JFRJ flexibiliza regras da Central de Cálculo e capital passa a ter auxílio das contadorias do interior

JFRJ flexibiliza regras da Central de Cálculo e capital passa a ter auxílio das contadorias do interior
JFRJ flexibiliza regras da Central de Cálculo e capital passa a ter auxílio das contadorias do interior

A Justiça Federal do Rio de Janeiro flexibilizou as regras para distribuição dos cálculos judiciais executados pela sua Central de Cálculos. O objetivo foi atender o aumento da demanda decorrente do período da pandemia.  Com isso, desde o ano passado, partes e advogados com processos em curso nas varas e juizados podem ter observado que alguns cálculos, que normalmente seriam realizados pela Contadoria da capital, foram elaborados em localidades do interior do estado.  A redistribuição das tarefas, da capital para as subseções, vem contribuindo para dar mais eficiência à fase de cálculos, ao mesmo tempo que evita a sobrecarga excessiva dos servidores envolvidos no trabalho. 

A diretora da Subsecretaria de Cálculos da Seção Judiciária do Rio de Janeiro, Rosana Tinoco, prevê que, nos próximos anos, a entrega de cálculos na SJRJ será totalmente flexibilizada por meio da adoção do “Pool de Contadores”. A novidade irá eliminar fronteiras e permitir que os cálculos sejam entregues de qualquer lugar do estado. “Nosso desejo é eliminar ‘caixinhas’.  Não vão mais existir processos de cada localidade, eles serão distribuídos para a força de trabalho total que temos.”, concluiu.

 

<< Voltar