Programa educativo “Conhecendo a SJRJ” promove primeira edição virtual com estudantes das Zonas Norte e Oeste do Rio

Fórum da Rio Branco e CCJF

Estudantes e educadores do Colégio Pedro II – Unidade Tijuca e do Colégio Estadual Albert Sabin, de Campo Grande, participaram da primeira edição virtual do programa de visitação escolar “Conhecendo a SJRJ”, promovida no dia 20 de agosto, via plataforma Webex. Mais de 50 pessoas participaram do evento, entre magistrados parceiros do Programa, juízes federais, servidores, estagiários e professores de outras unidades do Colégio Pedro II.

O programa, que foi instituído em 2007, é destinado a estudantes do nível médio de colégios públicos, que têm a chance de conhecer o funcionamento do Judiciário a partir de palestras com magistrados e simulações de audiência. Originalmente realizado nas dependências do Fórum da Av. Rio Branco e do Centro Cultural Justiça Federal, o “Conhecendo” passou por ajustes. Na versão online, as apresentações ganharam um novo formato, com utilização de fotos, slides explicativos e realização de enquetes. 

Parceiro de longa data do Programa, o juiz federal da 9a. Vara de Execução Fiscal, Vladimir Vitovsky, abordou as diferentes perspectivas de atuação do Poder Judiciário na sociedade. O magistrado deu exemplos de causas que correm na Justiça Federal, como a operação Lava Jato, conflitos envolvendo o Enem, extravio de correspondências enviadas pelos Correios, blitz da Polícia Rodoviária Federal, criação de animais selvagens sem autorização do Ibama, entre outros. O magistrado explicou o que é um processo, etapas do trâmite processual e a possibilidade de resolução de conflitos por meio da conciliação e mediação, trazendo menos custos operacionais para o Judiciário e abreviando o sofrimento das partes.

Assim como acontece em todas as edições do programa, foi realizada uma audiência simulada. Presidida pelo juiz Vladimir Vitovsky, a audiência retratou um caso, inspirado em uma história real, de tráfico internacional de entorpecentes. Servidores da justiça federal e os alunos atuaram como ré, advogado de defesa, procurador e testemunha.  Ao final da audiência, o magistrado delegou ao grupo a decisão sobre o caso, que aconteceu através de uma enquete dentro da plataforma “Webex”.

O “Conhecendo a SJRJ” é realizado pela Seção de Relações Públicas da JFRJ. As escolas que desejarem participar do programa devem enviar mensagem para relacoespublicas@jfrj.jus.br.

 

 

 

<< Voltar