Editais de Leilão

Descrição: 

Leilão judicial é o momento no qual os bens de um devedor, penhorados e avaliados pela justiça, são oferecidos e vendidos publicamente, em local, dia e hora predeterminados, a quem oferecer o maior valor.

Normalmente, são precedidos por um edital, assinado pelo juiz do processo.

 

Público-Alvo: 
Advogados
Curadores
Partes
Público em geral
Requisitos e documentos necessários: 

Poderão arrematar bens as pessoas jurídicas regularmente constituídas e as pessoas físicas capazes (exceções aplicáveis, veja mais informações nos links complementares). 

Recomenda-se que o interessado em adquirir qualquer bem especificado nos editais examine ou obtenha informações seguras sobre seu estado de conservação antes de apresentar a oferta, em concurso com os demais participantes do leilão ou praça.

 

Etapas e forma de prestação: 

Os leilões são realizados em duas datas. Na primeira, serão aceitos apenas lances superiores ao valor da avaliação.

Não havendo êxito, no 2º leilão serão aceitos lances em qualquer valor – desde que não seja considerado preço vil, a critério do juiz.

 

 

<< Voltar